BTS’ “Bring The Soul: O filme”

BTS’ “Bring The Soul: O filme” pronto para forte exibição na bilheteria de Sul coreana.

O grupo K-pop sul coreano os BTS, está voltando às telas com seu documentário “Bring The Soul: O Filme”, todos estão esperando para ver se a boy band pode se juntar a outros filmes locais para quebrar o domínio da Disney nas bilheterias.

“Bring The Soul” é o terceiro documentário sobre suas vidas nos bastidores durante a turnê mundial “Love Yourself”, onde o objetivo é promover a série de álbuns “Love Yourself”, como  também  suas performances no palco.

A terceira turnê mundial do grupo começou em agosto do ano passado na Coreia do Sul e continuou em 13 países, incluindo Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Alemanha e Japão.

 

O primeiro show da turnê, que aconteceu no Estádio Olímpico de Seul em 26 de agosto, foi apresentado como uma versão cinematográfica intitulada “Love Yourself in Seoul,” lançado  em janeiro. O show atraiu cerca de 342.000 fãs.

No ultimo show europeu apresentado em Paris. Os membros da BTS falam sobre seus próprios sentimentos e experiências que tiveram  durante os meses de viagem para se apresentar na frente de dezenas de milhares de fãs em todo o mundo.

De acordo com dados do Korean Film Council (KOFIC), “Bring The Soul”, programado para estrear quarta-feira, vendeu mais de 164 mil ingressos em pré-venda.

Eles ocuparam 35,5% das vendas prévias do dia, superando em número o filme coreano “Exit“, e com 20% o sucesso histórico “The Battle: Roar to Victory”, lançado na quarta-feira, com 15,1%.

Críticos esperam que o filme BTS seja uma potencial mudança de jogo na bilheteria sul-coreana, onde os filmes feitos na Disney são lançados com maior número de porcentagem em compras de ingressos.

“Os BTS têm uma ótima e grande base de fãs e os ingressos de cinema estão sendo comprados com uma facilidade e semelhança á compra dos álbuns”, disse o critico de cultura Ha Jae-keun.  “Seus fãs são grandes o suficiente para fazer uma tempestade no primeiro estágio”.

Lançado em abril, “Avengers: Endgame” da Marvel registrou um total de 13,9 milhões de entradas, tornando-se o filme estrangeiro mais assistido na Coreia do Sul.

O filme da Disney, Aladdin”, estreou em maio, superou 10 milhões de entradas cerca de um mês depois e ainda atraíram 230 mil pessoas no último final de semana.

O remake de “O Rei Leão” também atendeu às expectativas do mercado, reunindo 4,5 milhões de pessoas em menos de três semanas.

Além disso, “Homem-Aranha: Longe de Casa” vendeu mais de 8 milhões de ingressos, enquanto mais de 3,3 milhões de pessoas viram “Toy Story 4”.

Por outro lado, os filmes sul-coreanos não tiveram bom desempenho, com exceção da sátira vencedora de Cannes, “Parasite”,  já que não conseguiram atrair os fãs de cinema no final da primavera e do verão.

Em julho, como resultado, os filmes sul-coreanos representaram apenas 11,7% do total de vendas de ingressos no país. Mas em agosto, sucessos de bilheteria sul-coreanos tiveram uma recuperação notável e conquistaram o coração de fãs de filmes casuais como “Exit” e o terror “The Divine Fury”, ambos lançados na quarta-feira, que liderou a parada cinematográfica no fim de semana.

É a primeira vez que um filme sul-coreano termina em primeiro lugar nas bilheterias de fim de semana, de 6 a 8 de junho, quando “Parasite” ficou no topo por duas semanas seguidas.

Dizem que será interessante ver se “Bring The Soul” pode contribuir para o clima baseado no fandom dos BTS,  junto com “The Battle”. 

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *